Vizinho escuta gritos e defende menino de 7 anos ferido a socos pelo pai

Na noite da última quarta-feira (29), homem de 42 anos foi preso por agredir a socos o filho de apenas 7 anos. A família é moradora no Jardim Carioca e um vizinho ouviu os gritos da criança e conseguiu defender o menino das agressões, detendo o suspeito.

Conforme as informações policiais, o homem de 42 anos levou o filho para um bar, onde ficou ingerindo bebidas alcoólicas. Ele levou a criança para casa e o menino contou que começou a assistir televisão, quando o pai disse “Vamos embora para casa”. A criança falou que eles já estavam em casa, quando o suspeito se alterou.

Os dois estavam sozinhos, já que a mãe estava trabalhando. O homem então deu socos no rosto e no peito do menino, que gritou e chorou. Um vizinho ouviu os gritos e foi até o local, defendendo a criança que segundo ele chegou a ficar sem ar no momento da agressão. O pai da vítima ainda foi até a cozinha pegar uma faca para ameaçar o vizinho.

O homem conseguiu chutar a mão do suspeito e tirar a faca das mãos dele. Ele deteve o suspeito, o levou até a portaria e chamou a Polícia Militar, que fez a prisão em flagrante. O homem responderá por lesão corporal dolosa, qualificada por violência doméstica e por ser contra descendente, além de abandono intelectual, por ter permitido que o menino fosse ao bar.

Durante a briga, o suspeito teria dito que mataria a esposa e o filho. O vizinho relatou que já ouviu brigas do casal no local e, após a prisão, o delegado responsável determinou pagamento de 3 salários mínimos como fiança para que o suspeito fosse liberado. Ele passa por audiência de custódia nesta sexta-feira (31).

( Renata Portela )