‘Vamos ver se o Deus dele vai protegê-lo’: pedreiro suspeito de estuprar filha de pastor faz ameaças

Pedreiro é casado com a avó da menina, e os estupros aconteciam quando a criança passava os fins de semana com a avó

Um pedreiro de 63 anos é investigado pela Polícia Civil por estuprar uma menina de 7 anos, filha de um pastor, em Campo Grande. O suspeito é casado com a avó da criança, e os abusos aconteciam quando a menina ia passar os fins de semana na residência da avó.

O crime foi denunciado em julho deste ano na Depca (Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente), mas os abusos aconteciam desde maio quando a menina visitava a avó, e o pedreiro, se aproveitando da situação, passava as mãos nas partes íntimas da criança.

A menina contou aos pais o que estava acontecendo e o pastor procurou a polícia. A criança foi ouvida por psicólogos ficando comprovado os abusos. Nesta segunda-feira (19), o pastor foi até a casa de sua mãe para que ela fosse até a delegacia prestar depoimento.

Quando chegou na residência, o pedreiro que estava lá fez ameaças à ele, “Se eu vou preso, uma hora vou sair. Vamos ver se o Deus dele vai protegê-lo”. O suspeito continua solto.

Fonte: Midiamax