Mulher de 21 anos é investigada após provocar aborto no local de trabalho em Dourados

Foto: Divulgação

Uma jovem de 21 anos, moradora no Canaã IV, está sob escolta da Polícia Militar no Hospital Universitário da Universidade Federal da Grande Dourados depois de provocar aborto na manhã de ontem (17). Ela foi internada logo depois de passar mal e entrar em trabalho de parto.

Segundo informações apuradas pela reportagem da 94FM, a mulher, que ainda não teve o nome divulgado, tomou remédio abortivo no local de trabalho, um salão de beleza e, depois de um tempo, começou a passar mal e entrou em trabalho de parto. Mais tarde, duas pessoas chegaram no local, viram a situação e acionaram o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Quando o socorro chegou, o bebê, do sexo masculino, já estava sem vida. 

Ao ser constatado o aborto, a polícia foi acionada e a mulher encaminhada ao HU, onde permanece sob escolta. Ela será autuada em flagrante por homicídio.

Em contato com o HU, a assessoria informou que não pode informar mais detalhes sobre a paciente.