Motorista espanca, atropela e mata agente de saúde

Osvaldo Ribas, de 57 anos, foi encaminhado em estado grava para UPA e morreu durante uma parada cardíaca.

Osvaldo Ribas, de 57 anos, morreu na UPA das Moreninhas. (Foto: Direto das Ruas)

O agente de saúde Osvaldo Ribas, de 57 anos, morreu na UPA (Unidade de Pronto Atendimento Comunitário) das Moreninhas após ser agredido e atropelado, esta tarde (08) em Campo Grande.

A reportagem apurou que a vítima e o suspeito bebiam em um bar da Rua Engenheira Paulo Frontin, no Los Angeles quando por volta das 15h houve o desentendimento. O homem agrediu o morador e em seguida o atropelou com um veículo.

A vítima ainda teria sido arrastada por alguns metros, antes do autor conseguir fugir. Osvaldo foi encaminhado em estado grave para a unidade de saúde e por volta das 17h, teve uma parada cardíaca e morreu.

O caso foi registrado na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) da Vila Piratininga, mas a reportagem não conseguiu contato com o delegado de plantão. O corpo está no Imol (Instituto Médico de Odontologia Legal).

Os exames necroscópicos vão indicar a causa exata da morte, assim como detalhar a violência sofrida tanto no acidente de trânsito quanto durante as agressões. O crime foi registrado como homicídio culposo, qualificado pela omissão de socorro.

( Adriano Fernandes e Marta Ferreira/Campo Grande News)